agosto 21, 2020

ITAPEMIRIM LINHAS AÉREAS VEM AÍ EM 2021 COM VOOS PARA RECIFE E OUTRAS CAPITAIS


A Itapemirim conhecida pelo transporte rodoviário tem planos para lançar uma nova Companhia Aérea no Brasil em 2021, a Itapemirim Linhas Aéreas e pretende adquirir 50 aviões nos próximos anos. 

Nos planos da empresa atuar nos principais aeroportos das praças Recife (PE), Guarulhos (SP) e Brasília (DF), mas com rotas diferenciadas para evitar concorrência com as Companhias Aéreas do mercado.

Segundo o CEO do grupo Itapemirim,  Rodrigo Villaça, de há muito que a empresa possui planos para competir na aviação e pretende lançar um serviço premium, com classe executiva em voos domésticos, como opção contra o padrão "low cost" das empresas aéreas nacionais.

A idea surgiu numa viagem do governador de São Paulo, João Doria, aos Emirados Árabes Unidos, em fevereiro deste ano em que se encontrava o empresário Sidnei Piva, presidente da Itapemirim, quando foi anunciado um aporte de US$ 500 milhões (cerca de R$ 2,6 bilhões) de um dos fundos soberanos do país, e em que parte dele seria utilizado para criar a nova empresa.  O dinheiro não veio, a pandemia surgiu e tudo ficou em segundo plano.

Adici

Agora mesmo com a pandemia e sem o dinheiro dos árabes, os executivos da Itapemirim decidiram levar o plano adiante e vem aí a Itapemirim Linhas Aéreas. 

“Pretendemos trazer de volta as bebidas alcoólicas em nossos voos, com pelo menos uma dose de uísque para cada passageiro. Vamos tentar resgatar um pouco o que o passageiro da extinta Varig não encontra mais”, afirmou Thiago Senna, que será o CEO da Itapemirim Linhas Aéreas.

Segundo Senna, a primeira inovação virá com a divisão do avião em duas classes de serviço, a econômica e executiva. “Se for um avião de 140 lugares, vamos operar com 120, 115 ou 110 lugares, e haverá mais espaço também na classe econômica”, afirmou. 

A Itapemirim Liinhas Aéreas, que deve ficar conhecida como ITA, deve estrear no primeiro trimestre de 2021, com dez aeronaves com capacidade entre 100 e 140 passageiros. Serão adquiridos um dos modelos entre Airbus A319, Boeing 737-700 e Embraer 190/195 via contratos de leasing.

À longo prazo serão encomendados os novos Airbus A220, da canadense Bombardier e adquirido pela fabricante europeia e que vai competir diretamente com a Embraer. 

O foco da  Itapemirim Linhas Aéreas será o passageiro corporativo, que costuma pagar tarifas mais altas nas passagens aéreas. 

A empresa pretende contratar 600 funcionários nos próximos meses, sendo 160 pilotos e 320 comissários de bordo para os dez primeiros aviões da frota.

Fonte: UOL