agosto 10, 2020

GOVERNO DE PERNAMBUCO RETOMA VISITAS PRESENCIAIS EM PRESÍDIOS DO ESTADO

 

A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) de Pernambuco retomou no último final de semana as visitas presenciais em todas as unidades prisionais do Estado, após cinco meses de suspensão em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). O retorno gradual ocorreu de forma tranquila e com poucas intercorrências. As gerências prisionais seguiram todas as recomendações estabelecidas na portaria 53 do SJDH, de 6 de agosto, como o uso de álcool em gel, distanciamento social nas portas de entrada e – durante os encontros – uso obrigatório de máscaras faciais e a suspensão de visitas conjugais, entre outras.

De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), foram registradas 6.406 visitas nos presídios e penitenciárias, sendo 2.431 no sábado (8) e 3.975 no domingo (9). As unidades mais visitadas foram o Presídio de Igarassu (PIG) e o Centro de Observação e Triagem Criminológica Everardo Luna (Cotel), ambas na Região Metropolitana, e a Penitenciária Juiz Plácido de Souza (PJPS), em Caruaru, no Agreste. As três somaram 2.590 visitantes.

No Presídio Doutor Rorinildo da Rocha Leão (PDRRL), em Palmares, dois visitantes foram flagrados com celular, carregador e droga entre seus pertences. Ambos foram encaminhados à delegacia para providências cabíveis. As visitas seguirão neste sábado (15) e domingo (16), divididas pelo último número do prontuário das pessoas privada de liberdade, com duração de duas horas, no máximo.

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, destacou o trabalho dos gestores e policiais penais na condução e organização dos estabelecimentos penais para o recebimento dos familiares. “O engajamento de cada um foi fundamental para que tudo tenha ocorrido com tranquilidade“, disse.

Famílias

Ainda de acordo com o secretário, é importante que as famílias se conscientizem do papel delas na proteção de seus parentes que se encontram privados de liberdade. “Seguir as recomendações é primordial para que possamos continuar resguardando a saúde dos PPLs e dos servidores que atuam no sistema prisional“, acrescentou. Ele salientou, ainda, que a decisão relacionada ao retorno das visitas não é permanente e deverá ser reavaliada periodicamente, tendo como base o quadro epidemiológico do Estado. Todas as medidas de higiene e segurança, além do calendário de visitas, podem ser acessadas pelo link.