junho 06, 2019

OMISSÃO DOS GOVERNADORES DO NE COM A REFORMA DA PREVIDÊNCIA CHEIRA A COVARDIA


Partiu da Folha de São Paulo o mais duro ataque aos governadores, especialmente os do Nordeste, pela falta de apoio ao projeto de reforma previdenciária ora em tramitação na Câmara Federal. Segundo o jornal, “uma combinação de cálculo político mesquinho, oportunismo e covardia ameaça tirar os estados e municípios da proposta”, configurando-se “oportunismo de quem, mesmo ciente do flagelo das contas previdenciárias, faz oposição demagógica à reforma na expectativa de que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e outras siglas assumam o desgaste da tarefa”.
O jornal afirma ainda que há “covardia” da maioria dos governadores que são favoráveis às mudanças nas regras de aposentadoria, “cuja atuação política em favor da proposta tem sido pífia”. E conclui: “ainda que os executivos estaduais exerçam influência modesta nas bancadas do Congresso, resta um trabalho essencial de convencimento da opinião pública, ao qual os mandatários deveriam se dedicar com afinco muito maior”.
Espera-se agora que após esse puxão de orelhas explícito, os governadores do Nordeste se convençam de que o pior que pode acontecer a eles e a seus estados é o Congresso excluí-los da reforma, o que os deixaria literalmente no fundo do poço
Por Inaldo Sampaio / Coluna Fogo Cruzado – 6 de junho de 2019