novembro 14, 2018

NOTA A IMPRENSA SOBRE A MULHER É ENCONTRADA MORTA EMBAIXO DA CAMA NA ZONA RURAL DE DORMENTES (PE)


Na data de ontem (12/11/2018), por volta das 20h30min o Delegado de Polícia Civil, Titular da 217 CIRC, tomou conhecimento que na Zona Rural, Sítio Lagoa de Dentro, próximo a Vila Maravilha, Dormentes PE, familiares da Sra. 
Jocileide Maria do Nascimento, conhecida popularmente por LEDA, localizaram - na sem vida embaixo da cama em um dos cômodos da residência que vivia em vida. Os familiares da falecida localizaram a mesma através da janela do quarto da residência, sendo que a mesma estava há 05 dias sem manter contato com familiares e amigos. Incontinenti, a Autoridade Policial, determinou que equipe de investigação se dirigisse ao local de localização do corpo, para assim identificar indícios que possibilitasse instruir os passos posterirores da investigação. Frisa - se que a equipe de investigação localizou a primeiro momento uma cena - um corpo embaixo da cama, sangue derramado pelo chão, guarda - roupa aberto, a perna mecânica da vítima em local diverso do corpo, além de objetos da vítima sobre a cama "bagunçados". Imediatamente foi preservado todo o ambiente e repassada todas as informações ao Delegado de Polícia Civil, Bel. Joseilton Sampaio, que determinou a realização do deslocamento do IML, IC e coordenou a equipe força tarefa até o palco da localização do corpo. Conjuntamente com perito criminal foi afastado teoricamente a possibilidade de roubo com violência e resultado morte, pois nenhum objeto de valor foi subtraído, nem mesmo valor pecuniário ou até mesmo o celular da vítima que estava no carregador. A possibilidade de homicídio não foi afastada por completa, pois esta Autoridade Policial se encontra aguardando o laudo de perícias laboratoriais realizada na vítima, para assim diagnosticar a causa mortis. Entretanto, o caso, ora relatado, encontra - se no patamar de morte a esclarecer.

Por fim, queremos deixar a população tranquila e informar que nenhum conduta ilícita passará despercebida pela a equipe da Polícia Civil local.

Fonte: PCPE