quinta-feira, 18 de junho de 2020

CORONAVÍRUS: COM RESULTADOS PROMISSORES, DEXAMETASONA ESTÁ DISPONÍVEL PARA USO EM PERNAMBUCO, DIZ SECRETÁRIO DE SAÚDE

O anúncio de que os testes realizados pela universidade de Oxford com o corticoide dexametasona apresentaram resultados positivos no tratamento de pacientes com quadros mais graves da Covid-19 representou um sopro de esperança em meio à pandemia. Nesta quarta-feira (17), o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, disse que droga já era utilizada em alguns casos no Estado e que, agora, passará a compor o protocolo de tratamento de forma definitiva.

Segundo Longo, a corticoideterapia, na qual se encontra a dexametasona, substância utilizada para tratar inflamações, sempre foi opção terapêutica e vinha sendo utilizada especialmente nos casos em que havia resposta hiperinflamatória do organismo no combate ao novo coronavírus.

“Uma parte expressiva dos pacientes com a Covid-19 desenvolve uma tempestade inflamatória. Já havia relatos de melhora com o uso de corticoideteparia, entre eles a dexametasona. Esse entendimento da OMS (Organização Mundial da Saúde), mostrando redução da mortalidade de um quinto entre aqueles que precisam de oxigenioterapia e de até um terço para os que requerem assistência ventilatória, reforça essa impressão que já se tinha no manejo clínico desses pacientes e, sim, será alvo de alteração. Como acontece sempre que há evidência científica robusta, atualizamos o protocolo”, explicou, em entrevista coletiva online realizada na tarde desta quarta. (Folha PE).